Seu bizness aproveita do poder dos influencers?

Grandes chances do time de marketing já ter levantado a hipótese de aproveitar de criadores de conteúdo para potencializar a empresa.

Hoje, vamos analisar a Spark, um bizness que tem o objetivo de apoiar marcas, agências e influencers a desbravarem o potencial do marketing de influência.

Eles atuam através de duas frentes que se conectam:

1️⃣ Prestação de serviços para as marcas — fornece todo o suporte necessário para a realização de campanhas dos clientes;

2️⃣ Plataformas para influenciadores, marcas e pessoas — voltadas para gestão de projetos com influenciador, formação de embaixadores da marca e impulsionamento de conteúdo;

Em 2020, a empresa já tinha mais de 2.500 projetos com influenciadores digitais para anunciantes como Itaú, Mastercard, Nestlé, Unilever e Ambev.

Vamos à nossa análise 🔮

A Spark foi fundada em 2015 e já traz uma bagagem relativamente boa quando falamos de redes sociais, ecossistema digital e influenciadores.

  • Não à toa, contam com grandes marcas como clientes, o que traz uma autoridade. Quando um cliente olha cases já feitos, chama atenção — o que gera um ciclo positivo de atração de novos clientes.

Momento: A empresa cresceu 120% em 2021 e triplicou sua equipe — de 70 para +200 colaboradores. A Spark parece estar surfando a onda dos influencers muito bem.

Mas tudo tem seus prós e contras… Com o mercado crescendo, ao mesmo tempo em que há mais oportunidades, o contato entre influenciadores e marcas passa a ser cada vez mais profissional e estruturado.

  • Isso pode ser uma dor de cabeça para a Spark, que trabalha justamente na função de conectar essas duas pontas — a profissionalização dos influencers é uma grande concorrência.

Outro ponto de atenção: A quantidade de plataformas diferentes que a empresa tem, o que pode gerar confusão. Uma plataforma unificada talvez trouxesse maior facilidade.

De qualquer maneira, a Spark consegue atingir muito bem todas as partes e particularidades do mercado de influência e tem construído seu nome no mercado — não à toa recebeu um aporte de R$ 8 milhões

Caso queira saber mais da empresa…

  • Os founders são Rafael Coca e Raphael Pino — ao clicar você vai para o LinkedIn deles;
  • Um vídeo do Rafael contando a história sobre como começou a Spark;
  • Uma matéria sobre o aporte que a empresa recebeu;

🦄 E o meu bizness?

Se você quer seu bizness analisado por nós, clique aqui.

Lembrando… Nenhuma análise aqui é comprada ou possui interferência das empresas estudadas, é 100% independente.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

um MBA em forma de e-mail

sua dose de conteúdo sobre os assuntos mais relevantes do mundo dos negócios. análises números e insights.

INDICADOS PARA VOCÊ