JUUL é banida dos EUA

Investimentos na JUUL viraram fumaça. Ontem, a agência americana Food and Drug Administration — Anvisa dos EUA — ordenou que a fabricante de cigarros eletrônicos JUUL acabe com as vendas dos produtos nos sabores tabaco e mentol.

  • Queridinha dos jovens americanos, a marca é considerada uma das culpadas pela epidemia do uso de vaporizadores no país.

Segundo a agência, o benefício do JUUL como uma alternativa de menor risco aos cigarros para fumantes adultos não supera sua contribuição na febre de vaping entre adolescentes.

Se a notícia é ruim para os jovens amantes de pen-drive, para a Altria é ainda pior. Fabricante da Marlboro, a empresa comprou uma participação de 35% na JUUL por US$ 12,8 bilhões. Na última avaliação, essa participação caiu para US$ 1,6 bilhão.

🇧🇷 Aqui no Brasil, a febre também pegou. Segundo uma pesquisa realizada em 2019, cerca de 13% dos estudantes entre 13 e 15 anos já experimentaram um vape; de 16 e 17 anos o número aumenta para quase 23% — sem contar quem mente na pesquisa. risos.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

mais inteligente em 5 minutos

tudo que você precisa saber pra começar seu dia bem e informado

INDICADOS PARA VOCÊ

STORIES

Partilhar

Que amor tão grande Tem que ser vivido a todo instante A cada hora que eu tô longe é um

STORIES

Sentimento feliz

A Ana e o Bruno se conheceram na Alemanha. Ele estava no país pelo Ciências sem Fronteiras, enquanto ela tinha ido cursar toda a

CHAMPS

Do jeito que o povo gosta

A primeira perna de quase todos os confrontos das oitavas de final da Copa do Brasil aconteceram ontem e anteontem, com jogos bem

CHAMPS

Na corda bamba

Não está nada fácil. A seleção brasileira de vôlei masculino está passando por uma fase de altos e baixos. Se a expectativa

CHAMPS

A melhor etapa do ano

Após ficar de fora por dois anos do circuito mundial da WSL, o Brasil voltou a ser palco de uma etapa do

CHAMPS

Isolou?

A grande treta do ano na Fórmula 1 é o porpoising, que, em bom português, são aquelas quicadas que os monopostos dão