Consistência e bons resultados

As provas da natação no Mundial de Budapeste terminaram neste final de semana, com um desempenho bastante interessante dos brasileiros. Até o próximo domingo, vão rolar as competições dos saltos ornamentaispolo aquático e águas abertas.

  • O Brasil conquistou duas medalhas na edição deste ano, com Nicholas Santos levando a prata, nos 50 metros borboleta, e Guilherme Costa com o bronze, nos 400 metros livre.

O país teve uma destacada participação, com 14 atletas disputando finais, superando o número do Mundial de 2019, na Coreia do Sul, mas atrás do recorde de 18, estabelecido em Roma 2009.

Destaque. O medalhista Guilherme Costa, o Cachorrão, foi o melhor brasileiro da competição, tendo chegado às finais de três provas: 400, 800 e 1.500 metros livres, igualando o recorde de César Cielo, no Mundial de 2011.

Tem mais, viu? O Brasil agora volta seus olhos para Ingrid Oliveira, que se classificou para a final da plataforma de 10 metros nos saltos ornamentais, que rola hoje, às 14:00, com transmissão do Sportv3. Ela passou em quarto, e tem chance de medalha.

COMPARTILHE

campeão é quem ama esporte

sua dose sobre o que acontece no mundo dos esportes. análises rápidas e descontraídas. sem clubismo, claro.

INDICADOS PARA VOCÊ

CHAMPS

Contagem regressiva

Quem não acorda sonhando com Copa perdeu o amor à vida. Em uma reviravolta sem precedentes na história, a data de

CHAMPS

Momentos decisivos

É hora de decisão. O 2º Split do CBLOL terminou na semana passada a fase classificatória para os playoffs, que começam

CHAMPS

O impacto do adeus

Quando chega a hora. Uma das maiores atletas da história do tênis feminino disse que vai deixar a raquete de lado. Serena Williams

CHAMPS

Uma história brasileira

O Brasil acordou abalado na manhã de domingo, com mais um caso de violência nas páginas de notícias. O mundo