Escócia pode ficar independente do Reino Unido

Libertação da vovó Beth. A primeira-ministra da Escócia, Nicola Sturgeon, disse aos legisladores do país que planeja realizar um novo referendo sobre a independência da Escócia em 2023

  • A pergunta a ser feita será a mesma da primeira votação, que aconteceu em 2014: “A Escócia deve ser um país independente?”

Contexto: Há 8 anos, a maioria — 55%  — dos escoceses votou por continuar fazendo parte do Reino Unido. Porém, com a saída do país da União Europeia, o governo da Escócia pretende revisitar o assunto.

O governo do Boris Johnson, por outro lado, se opõe a um novo referendo, afirmando que a questão foi resolvida em 2014. Para o primeiro-ministro, o voto de independência não será válido sem a aprovação do seu governo.

Polêmica: Os partidos da oposição criticaram Sturgeon, dizendo que ela deveria se concentrar em questões mais práticas, como enfrentar o aumento do custo de vida.

COMPARTILHE

mais inteligente em 5 minutos

tudo que você precisa saber pra começar seu dia bem e informado

INDICADOS PARA VOCÊ