Alívio no meio do furacão

A crise financeira ficou tão fora de controle, que o Barcelona teve que ver o maior jogador da sua história ir embora. O clube amarga uma situação pré-falimentar desde a pandemia e parece que agora conseguirá reverter um pouco este processo.

O que rolou? O Barça tinha um faturamento que passava de 1 bilhão de euros antes da pandemia. Apesar disso, o clube gastava quase tudo o que faturava, sempre ficando bem perto de fechar o ano no 0x0.

  • Aí chegou a pandemia e fez as receitas do clube despencarem. Isso porque uma elevada quantia do que os catalães arrecadavam vinha de meios que a COVID impactou severamente.

Como os gastos continuaram estratosféricos, a dívida simplesmente se tornou insustentável. Pior do que isso, a La Liga tem um teto de gastos que parte das receitas dos clubes, colocando limites para quanto podem gastar com salários de atletas.

Esse foi o pano de fundo que fez Messi ir embora para o PSG, porque o Barça não conseguia se adaptar ao teto salarial do campeonato pagando ao argentino o salário que ele recebia.

A luta agora é para aumentar as receitas. O clube catalão anunciou ontem a venda de 10% dos seus direitos de transmissão recebidos da La Liga, pelo período de 25 anos, por 207,5 milhões de euros — o que dará um alívio para o próximo ano.

A história de irresponsabilidade com gastos é algo muito comum no futebol brasileiro. Será que o exemplo do gigante europeu poderá servir de exemplo?

COMPARTILHE

campeão é quem ama esporte

sua dose sobre o que acontece no mundo dos esportes. análises rápidas e descontraídas. sem clubismo, claro.

INDICADOS PARA VOCÊ

CHAMPS

Muito futebol na sua semana

O mais disputado Brasileirão dos últimos tempos está chegando aos seus momentos decisivos. No momento em que os times da ponta

CHAMPS

Já estava com saudades, né?

Alguns campeonatos nacionais na Europa voltaram no último final de semana. Como o clima de Copa está batendo na porta, a

CHAMPS

Sem pescoço pelado

Antes de chegar ao Canadá para disputar o Mundial de Canoagem, Isaquias Queiroz prometeu que não voltaria ao Brasil de “pescoço

CHAMPS

Ganhar é bom…

Mas ganhar da Argentina é muito melhor. A Seleção Brasileira de basquete feminino venceu a final do Sul-Americano sobre as hermanas, na casa

CHAMPS

O camarada deu o Fogudo em garantia

Calma, vamos explicar. O empresário e atual dono do Botafogo, John Textor, anunciou que, para comprar 66% das ações do Lyon, era preciso pegar