Os donos de Londres

O torneio mais icônico do calendário do tênis trouxe duas histórias bem interessantes. Os campeões do simples fizeram bonito ao longo de todo torneio e brindaram os fãs com detalhes bem relevantes.

O homem tem fome. Novak Djokovic venceu pela quarta vez consecutiva em Wimbledon, chegando ao total de 7 títulos na grama sagrada do All England Club, seu 21º Grand Slam.

  • Ele fica apenas a um título de Rafael Nadal, que tem 22, mas ultrapassou o maior de todos no torneio londrino, Roger Federer.

Uma vitória que quase não aconteceu. A grande campeã do torneio feminino foi Elena Rybakina, que ganhou o seu primeiro título de Slam na carreira. O mais relevante é o momento em que ela conseguiu vencer o campeonato.

Rybakina é russa, mas compete sob a bandeira do Cazaquistão desde 2018, por conta de incentivos financeiros. E essa escolha foi muito importante para que ela pudesse disputar o torneio deste ano, por conta da proibição da participação de atletas russos.

COMPARTILHE

campeão é quem ama esporte

sua dose sobre o que acontece no mundo dos esportes. análises rápidas e descontraídas. sem clubismo, claro.

INDICADOS PARA VOCÊ

CHAMPS

Contagem regressiva

Quem não acorda sonhando com Copa perdeu o amor à vida. Em uma reviravolta sem precedentes na história, a data de

CHAMPS

Momentos decisivos

É hora de decisão. O 2º Split do CBLOL terminou na semana passada a fase classificatória para os playoffs, que começam

CHAMPS

O impacto do adeus

Quando chega a hora. Uma das maiores atletas da história do tênis feminino disse que vai deixar a raquete de lado. Serena Williams

CHAMPS

Uma história brasileira

O Brasil acordou abalado na manhã de domingo, com mais um caso de violência nas páginas de notícias. O mundo