Dois décimos fizeram a diferença

Tranquilidade de gente grande. Rayssa Leal já não assusta mais ninguém no quesito vitórias sensacionais. Até quando seus adversários fazem coisas inacreditáveis, ela reune calma e perfeição na execução para fazer o que sabe: VENCER.

  • A fadinha do skate, no alto dos seus bem vividos 14 anos, foi campeã da etapa de Jacksonville da Street League Skate, o Mundial da modalidade.

E foi com emoção. Ela conquistou a etapa só na última passagem na pista. Isso tudo porque sua adversária, Yumeka Oda, tinha acabado de fazer a volta perfeita — com a maior pontuação da história do feminino.

Mas como faz tudo parecer simples, ela anotou um 7,6, exatamente dois décimos acima dos 7,4 que precisavano somatório e levou o troféu para casa, como se isso fosse a coisa mais simples do mundo. risos

Elas são demais. Além da fadinha, com o ouro, Pâmela Rosa também chegou ao pódio, em terceiro lugar. Você confere as manobras aqui.

COMPARTILHE

campeão é quem ama esporte

sua dose sobre o que acontece no mundo dos esportes. análises rápidas e descontraídas. sem clubismo, claro.

INDICADOS PARA VOCÊ

CHAMPS

Contagem regressiva

Quem não acorda sonhando com Copa perdeu o amor à vida. Em uma reviravolta sem precedentes na história, a data de

CHAMPS

Momentos decisivos

É hora de decisão. O 2º Split do CBLOL terminou na semana passada a fase classificatória para os playoffs, que começam

CHAMPS

O impacto do adeus

Quando chega a hora. Uma das maiores atletas da história do tênis feminino disse que vai deixar a raquete de lado. Serena Williams

CHAMPS

Uma história brasileira

O Brasil acordou abalado na manhã de domingo, com mais um caso de violência nas páginas de notícias. O mundo