Aumento dos juros nos EUA gerou tranquilidade no mercado

Exatamente como era esperado. O Banco Central dos Estados Unidos aumentou as taxas de juros do país, ontem, para uma faixa de 2,25% a 2,5%, configurando uma alta de 0,75 ponto percentual.

  • Mantendo o ritmo da última reunião, acontecida em junho, o Fed repetiu a maior taxa de aumento desde 1994.

E disse mais. No comunicado depois da reunião, o Comitê Federal indicou que deve continuar elevando os juros nos próximos encontros — em uma tentativa de diminuir a inflação, que segue pressionada.

Como funciona? A inflação é um aumento generalizado de preços na economia, reflexo do desequilíbrio entre oferta e demanda. Ao aumentar os juros, a ideia é frear a demanda, diminuindo, com isso, os preços.

O anúncio animou todo mundo no mercado 📈

A quarta-feira foi de festa nos mercados financeiros brasileiro e norte-americano. O Ibovespa fechou em alta de 1,67%, aos 101.437 pontos, com o S&P 500 subindo 2,62% e a Nasdaq pulando 4,06%.

Aproveitando o bom humor do mercado, as criptos também foram bem. O Ethereum disparou 16,66% e o Bitcoin subiu em mais de 10%, voltando ao patamar de US$ 23 mil.

COMPARTILHE

mais inteligente em 5 minutos

tudo que você precisa saber pra começar seu dia bem e informado

INDICADOS PARA VOCÊ

BIZNESS

“Crédito ou Débito?”

(Imagem: Giphy | Reprodução) Crédito. Essa parece ser a resposta preferida dos americanos. O inimigo das finanças pessoais está de