Brasileiro recorre à antecipação do salário para pagar dívidas

É preciso muito jogo de cintura para pagar as contas no final do mês. Muitos brasileiros estão recorrendo ao salário do mês seguinte para poder pagar dívidas urgentes.

Mas o desemprego não caiu, dênius? 

Apesar do crescimento da ocupação, os elevados custos de empréstimos e a inflação fazem com que mais de 60% dos trabalhadores com carteira assinada estejam com metade da renda comprometida com dívidas.

Uma dura realidade. No Brasil, quase 80% da população economicamente ativa está endividada — sendo que, destes, cerca de 30% estão com seus nomes nos programas de negativação ao crédito.

Como lidar com isso? Muitas empresas estão recorrendo à antecipação de até 40% do salário do mês seguinte. Essa tem sido a saída mais viável para que os colaboradores consigam manter as finanças em dia, algo que impacta diretamente a produtividade.

Outra saída: Como há impacto no próprio serviço prestado pelos trabalhadores, muitas empresas têm investido em programas de educação financeira, em busca de solucionar o problema em sua raiz.

COMPARTILHE

mais inteligente em 5 minutos

tudo que você precisa saber pra começar seu dia bem e informado

INDICADOS PARA VOCÊ

BIZNESS

“Crédito ou Débito?”

(Imagem: Giphy | Reprodução) Crédito. Essa parece ser a resposta preferida dos americanos. O inimigo das finanças pessoais está de