7 semanas sem exportar carne à China

Parada nos portos. Cerca de 112 mil toneladas de carne brasileira estão paradas nos portos do país, esperando por liberação para entrar na China.

O que está acontecendo? 🐄

No começo de setembro, dois casos de vaca louca foram confirmados aqui no Brasil. Por conta dos protocolos de segurança, as exportações foram suspensas.

Depois de sete semanas… Mesmo com autoridades mundiais desconsiderando o risco de contaminação para o restante da cadeia de produção, a retomada depende dos chineses, que ainda mantêm o veto.

O impacto imediato 

Já são cerca de 112 mil toneladas embarcadas nos portos nacionais à caminho da China, mas travadas pela alfândega do país, que recomendou a retirada dessa carga dos locais.

  • Enquanto alguns exportadores preferem aguardar, outros estão redirecionando essa carga para países vizinhos.

Pra se ter uma ideia do tamanho do mercado chinês: O país compra metade de toda a carne brasileira que é exportada. De janeiro a julho deste ano, foram 490 mil toneladas enviadas à China — o que representa algo próximo de US$ 2,5 bilhões.

As consequências para o mercado interno 🛒🇧🇷

Com a suspensão — inesperada — da demanda do maior mercado importador de carne brasileira, o valor do boi recuouMenor demanda, menor preço.

Já nos supermercados… Ainda não houve queda significativa, apesar de alguns indíciosA redução só deve chegar nas prateleiras se a suspensão chinesa se estender por mais tempo.

O acordo pode estar próximo 👀

Depois de se dispor a viajar ao país asiático, a ministra Tereza Cristina recebeu um sinal do governo chinês e desistiu da ideia, esperando que a situação seja resolvida nesta semana.

O que mais é destaque pelo país?

the news 📬

Mais inteligente em 5 minutos. Somos um jornal gratuito e diário, que tem por objetivo te trazer tudo que você precisa saber para começar o seu dia bem e informado.

Notícias, de fato, relevantes sobre as principais atualidades do mundo, do Brasil, tecnologia e do mercado financeiro, sempre nessa ordem.

Direto na sua caixa de entrada do e-mail favorito, sempre às 06:06. É gratuito, mas pode viciar.

Para se inscrever, clique aqui.

Deixe uma resposta