Indícios de crime com Pix aumentou quase 3.000% em 2022

O tanto que o Pix traz facilidade para as transações bancárias do dia a dia, também ajuda, na mesma medida, a prática de roubo e extorsão.

Eles têm suas preferências. Nas grandes cidades, vários casos de roubo foram feitos com o celular desbloqueado para facilitar o acesso ao aplicativo do banco. 🤳🏽

No final de 2021, o Banco Central lançou uma série de mudanças no Pix para dificultar a ação de criminosos — como limitar horários de transferências, valores e o rastreio do dinheiro roubado.  

No entanto, em sequestros, criminosos costumam usar contas de laranjas para receber o dinheiro e, em seguida, distribuem para outras contas. Segura firme o celular…

O Pix bomba

Esse sistema já teve 380 milhões de chaves registradas e é usado por 71% da população, segundo o Banco Central em janeiro de 2022.

86% dos pequenos negócios já utilizam o Pix como forma de pagamento. 💸

Em apenas em um dia, foram realizadas 52,4 milhões de transações. O recorde anterior era de 50,3 milhões, registrado em dezembro de 2021, quando foi paga a segunda parcela do décimo terceiro salário dos brasileiros.

Deixe uma resposta