MAIS POPULAR

CONHEÇA NOSSOS OUTROS CADERNOS

Continue a nadar

Vai ter gente torcendo o nariz que o #MomentoCult não é citação de filósofo, mas como não se encantar pela história de Procurando Nemo?

Queridinho da crítica e do público, o filme fez a Disney ganhar pela primeira vez o Oscar de Melhor Animação e arrecadou mais de US$ 900 milhões ao redor do mundo.

Pra quem não se lembra… 

Nemo é um peixinho-palhaço que nasceu com uma nadadeira maior do que a outra. Em seu primeiro de aula, ele é capturado por um mergulhador e acaba em um aquário na Austrália.

Enquanto isso, seu pai superprotetor, Marlin, fica desesperado e percorre os sete mares para encontrá-lo.

Nemo é uma criança especial que quer se libertar da ajuda dos outros. Marlin, por sua vez, é o pai exageradamente preocupado, que quer proteger o filho de tudo.

  • Mesmo com todas as enrascadas e aventuras, uma coisa é fato para os dois personagens: longes um do outro, ambos amadurecem.

Com a ajuda da Dory, uma peixe-fêmea que tem perda de memória recente, Marlin descobre que mais do que sua proteção, tudo que Nemo precisava para ser feliz era autonomia.

Em um diálogo, Marlin diz que só queria que nada acontecesse ao seu filho. Imediatamente, Dory responde: se você não deixar nada acontecer a ele, daí nada vai acontecer a ele. 

  • Parece óbvio, mas esquecemos que o excesso de proteção pode acabar criando pessoas despreparadas para o mundo lá fora.

Só com raízes conseguimos ter coragem para voar, mas ninguém alcança as alturas se tiver preso pelos pés. O equilíbrio é difícil, mas é indo — ou nadando — que a gente se transforma.

Essência da alma

Mas onde se deve procurar a liberdade é nos sentimentos. Esses é que são a essência viva da alma.

A frase é do escritor alemão Johann Goethe, um dos maiores poetas de todos os tempos. Nascido em 1749, ele estudou Direito por influência do pai, mas sua grande paixão sempre foi a literatura.

  • Destacando-se como filósofo, cientista, estadista e diretor de teatro, Goethe é como um Leonardo da Vinci alemão.

Sua obra prima foi “Fausto”, um poema trágico que fala sobre o amor como salvação para todos os males. Na história, o protagonista faz um pacto com o demônio em busca de mais conhecimento.

Saindo da complexidade da obra de Goethe e sem dar mais spoilers, o foco aqui vai para o trecho citado: onde você procura a sua liberdade?

Vivemos questionando as prisões que as nossas escolhas nos colocam, mas sabemos que somos livres para escolher onde nos prender — e escravos das consequências.

  • É aí que mora uma grande ironia da vida: nossa própria liberdade é responsável por criar a nossa prisão.

Ser livre te permite largar o emprego e ir dar uma volta ao mundo — ou largar o mundo e dedicar-se a um emprego. Liberdade pode ser casar-se aos 22 ou divorciar-se aos 40.

Há quem diga que ser livre é “viver solto no mundo”, mas assumir um compromisso não seria um exercício de liberdade?

Você pode viver como bem entender, só não deve deixar ninguém definir o que é ser livre pra você. Como já dizia Clarice Lispector, somos livres, e este é o inferno.

Um novo passo

No começo da nossa história, Luiza tinha 19 anos e Gustavo, 20. Com mundos e ideias em formação, o caminho dos dois acabou se cruzando.

O sentimento foi de primeira, mas eles ainda não sabiam como conciliar o amor com a liberdade — que sempre pulsou tão forte nos dois.

A Luiza era da área de humanas e estava sempre envolvida em projetos sociais. Já o Gustavo cursava engenharia e tinha muito mais facilidade para lidar com números do que com sentimentos.

  • Apesar das diferenças, os dois se complementavam. Aliás, a Luiza pensa que foram essas diferenças que tanto encantaram o Gustavo.

Ele amava ouvir sobre as experiências dela e até participou de um projeto aqui e outro ali. Gustavo estava aberto para ampliar suas visões — e mais aberto ainda para ouvir a Luiza falar.

Nas palavras de Pitágoras, falar é lançar a semente. Escutar é se preparar para fazer a colheita. Os dois plantavam e colhiam juntos.

Porém… Quando eles começaram a procurar estágio, o namoro ficou tenso. O ciúmes substituiu o diálogo, e a insegurança falou mais alto.

  • Para que a vida a dois não os prejudicasse individualmente, eles terminaram — mas continuaram torcendo um pelo outro.

De longe, a Luiza aplaudia o sucesso do Gustavo e o coração dele continuava pulsando a cada experiência dela. Ficaram distantes fisicamente, mas o carinho nunca cessou.

Com tempo e esforço, eles amadureceram. Aprenderam a dialogar e encontraram um caminho do meio, voltando aos trilhos de mãos dadas.

Olhando para trás, a Luiza não sabe se ela já se imaginava construindo um futuro com o Gustavo, mas sabe que eles insistiam um no outro como se tivessem certeza.

  • Quando o namoro se encaminhou de novo, chegou o momento dele alçar um voo mais distante: fazer um intercâmbio profissional na Alemanha.

Enquanto isso, a Luiza estava no último semestre da faculdade, vivendo as festas e celebrações que antecipavam a formatura. Apesar da distância, eles se esforçaram para fazer dar certo.

E assim foi. Reformularam acordos e alinharam expectativas, se fazendo presentes nos diferentes momentos que estavam vivendo.

  • Conciliando compromissos, ela conseguiu visitá-lo na Alemanha, e os 40 dias que passaram juntos só fez a admiração crescer ainda mais.

Quando o Gustavo retornou ao Brasil, estava na época da sua formatura. Por acaso, a Luiza leu sobre um evento em São Paulo e pensou que seria uma grande oportunidade para ele.

Não deu outra: Enxergaram o potencial nele —  que ela previa — e ele conquistou um trabalho alinhado com tudo o que queria.

Novamente, eles estariam distantes, mas o desejo de ficarem juntos não brigava com o desejo de crescerem profissionalmente — um fortalecia o outro.

  • Com a pandemia, ele voltou de São Paulo e os dois passaram alguns meses compartilhando a vida em poucos metros quadrados.

Nesse tempo, eles viram que sempre teriam novidades para descobrir sobre o outro. Mesmo se a vida fosse só os dois, estaria tudo bem: “só os dois” já era muita vida.

Compartilharam amigos e conheceram uma boa parte do mundo. Juntose separados viveram histórias inesquecíveis, crescendo como pessoas e como casal.

  • Hoje, o Gustavo está alçando um novo voo que sempre quis voar: sair da casa dos pais para morar sozinho.

A Luiza fica feliz em acompanhar asdecisões sobre a roupa de cama e se orgulha do Gustavo em todos os papéis que ele exerce: filho, amigo, namorado e, agora, dono de casa.

Sobre as inquietações que tinham lá no início, eles ainda não têm todas as respostas, mas uma coisa já sabem: não se concilia o amor com a liberdade, porque o amor é liberdade.

contamos e escrevemos amor

histórias que emocionam. não tão longas quanto um romance, mas suficientes para te fazer sentir.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

STORIES

Amor por acaso

Em abril do ano passado, a Marina decidiu fazer uma viagem sozinha. O objetivo era menos o destino e mais aprender a desfrutar da

STORIES

Biografia do Orvalho

A maior riqueza do homem é a sua incompletude. Nesse ponto sou abastado. Palavras que me aceitam como sou –

STORIES

Uma mente sem lembranças

“Se você pudesse apagar alguém da sua memória, quem você escolheria?” No filme “Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças”,

STORIES

A beleza do começo

A Ana Júlia e o Pedro se conheceram no início de 2019, mas poderia ter sido bem antes. Eles tinham muitos amigos em comum,

STORIES

A vida é assim

O correr da vida embrulha tudo. A vida é assim: esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa, sossega e depois

STORIES

Amor é casa

O primeiro namoro da Laura não terminou bem. Aliás, terminou bem no estilo de novela mexicana: com direito a choro, confusão e aquela sensação

STORIES

Final feliz

Quando estava no final do ensino médio, a Ana Clara conheceu o Alexandre. Ela lembra como se fosse ontem: ele estava sentado no fundo

STORIES

Contagem regressiva

  Acreditei que se amasse de novo esqueceria outros pelo menos três ou quatro rostos que amei Num delírio de

MAIS POPULAR

CONHEÇA NOSSOS OUTROS CADERNOS

Vai faltar teste?

Desafios pandêmicos. Ontem, a Associação Brasileira de Medicina Diagnóstica fez um...

DICAS

ACESSE NOSSAS REDES

NÃO ENCONTROU O QUE BUSCAVA?

As ondas de calor estão afetando muita gente

Medidas urgentes. A província chinesa de Sichuan ordenou o fechamento de todas as fabricas que operam lá por seis dias. A medida é a última cartada do governo para aliviar a falta de energia na região, resultado de uma forte onda de calor. 

Causa e efeito. O calor gerou aumento do uso do ar condicionado em escritórios e residências. Além do uso em excesso, a rede elétrica também foi prejudicada pelas secas nos rios, o que reduziu a produção nas usinas hidrelétricas.

“Ok, mas como isso me impacta?“ 

A região atingida é, simplesmente, um dos maiores polos das industrias de semicondutores e painéis solares. Para piorar, ainda é o centro de mineração de lítio da China.

E isso está diretamente conectado com as atividades no mundo todo — desde os semicondutores até as baterias de lítio.

Com as medidas, espera-se um aumento no preço desses componentes e todos aqueles que dependem deles, o que pode trazer mais inflação ao redor do globo. 

O país dos bacharéis e dos empresários

É isso mesmo. Segundo dados fornecidos pelo Tribunal Superior Eleitoral, um em cada cinco candidatos às eleições de outubro é advogado ou empresário. O que não surpreende muito, a bem da verdade. risos. 

Entre os mais de 28 mil registros feitos no TSE, mais de 5,5 mil candidatos declararam advogar ou ter um negócio para o seu sustento.

Quais são as outras profissões que mais aparecem? Vereadores e deputados seguem a lista, com policiais militares fechando o top-5. 

  • Em termos de representatividade, eles são mais de 30% de todos os candidatos inscritos para o pleito. Veja a lista aqui

O que mais chamou atenção: A profissão que mais cresceu em comparação com as eleições de 2018 foi a dos policiais militares, com aumento de 38%. Esse foi o mesmo percentual, mas de queda, no número de professores do ensino médio.

A compra supersônica da American Airlines

Para o futuro… queremos aviões mais rápidos! Na terça-feira, a American Airlines fechou um acordo de compra de até 20 jatos supersônicos da Boom Hypersonic — com a opção de comprar mais 40 aviões.

Que avião diferentão é esse, dênius? O jato Overture da Boom terá capacidade para até 80 passageiros e máximo de 1,7 vezes a velocidade do som — em outras palavras, ir de SP a NY em cinco horas.

A American Airlines acredita que as viagens supersônicas mudarão o atendimento aos clientes no futuro — principalmente em termos de conforto e duração dos voos.

💸 Os valores não foram revelados pelas companhias. No entanto, a Boom disse que o avião tem o preço de tabela de US$ 200 milhões.

Nem todo mundo gostou…

Sugerindo que a companhia deveria estar poupando para melhorar a operação e condições dos funcionários, o sindicado dos pilotos da American criticou o foco em aviões que irão levantar voo apenas em 2029.

Panorama atual: O verão do hemisfério norte foi sufocante para a companhia americana, que teve mais de 9.300 voos cancelados desde 1° de junho.

contamos e escrevemos amor

histórias que emocionam. não tão longas quanto um romance, mas suficientes para te fazer sentir.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

STORIES

Amor é alegria

Aristóteles foi um filósofo grego e um dos pensadores com maior influência na cultura ocidental. Escrevendo sobre política, ética e moral,

STORIES

Amor que acalma

No final de 2018, a Anna estava se formando em arquitetura. Entre muitos trabalhos, maquetes e exposições, seu pai surgiu

STORIES

Partilhar

Que amor tão grande Tem que ser vivido a todo instante A cada hora que eu tô longe é um

STORIES

Sentimento feliz

A Ana e o Bruno se conheceram na Alemanha. Ele estava no país pelo Ciências sem Fronteiras, enquanto ela tinha ido cursar toda a

STORIES

Mar Português

Ó mar salgado, quanto do teu sal São lágrimas de Portugal! Por te cruzarmos, quantas mães choraram, Quantos filhos em

STORIES

Amor despenhadeiro

Iniciando a nossa história com um clichê bem adolescente, Lisa e Matheus se conheceram na sala de espera do cursinho de inglês. Ela conta

STORIES

Dia dos Namorados

Chegou o dia mais romântico do ano. As vitrines estão repletas de corações, os restaurantes cheios de pétalas de rosas e

STORIES

O amor é simples

A Bruna e o Breno se conheceram no início do ano passado. Seguindo o padrão dos romances do século 21, em vez de chegar